Duas semanas longe do blog, voltamos!

Foto criada em 18-05-13 às 10.38

Ao pessoal que acompanha o blog eu me desculpo pelo tempo ausente. Eu e Jujú estamos muito bem, desenvolvendo trabalhos de arte que ela tem curtido de montão.
Estou preparando uma série de filmes que em breve postarei por com nossas aventuras artísticas.
Julia tem sido uma menina interessada, aplicada e extremamente focada nos trabalhos e está em plena evolução técnica.
Coisas que antes levavam algum tempo para ela perceber ela tem percebido com mais fixação dessas experiências, ou seja, ela leva de um sábado para outro ensinamentos. Paciência para obter os resultados. Técnica para fazer as coisas acontecerem.
Esse universo torna-se mágico para ela.
Esta semana levei ela comigo na papelaria para fazermos as compras. Ela escolheu todos os materiais oferecidos, não mexeu em nada que não fosse mostrado. Levou o carrinho por entre os corredores prestando uma atenção danada no que lhe era apresentado.
A única coisa, como sempre, é na fila do caixa que ela não quer, de jeito nenhum, entregar aqueles materiais “eleitos” por ela os preferidos: o saco de balões e a tinta laranja sem a menor chance. Ali ela deu um mini pití. Mas isso é birra, não tem nada a ver com autismo.
Tagarelou o tempo todo. Da ida a papelaria à volta, pintando, recortando, colando. Até fazendo quebra-cabeça com a vovó ela não parou de falar. Isso é muito bom do ponto de vista da comunicação. Algumas palavras surgiram por ecolalia e nos vídeos que foram feitos pode-se notar que: “pintar”, “pode” e algumas palavras com “P” iam saindo. Isso é muito bom para Julia. Uma evolução significativa para uma criança autista não verbal.
Fomos à velha e boa pracinha onde ela brincou e reina no reino dela, ali é conto de fadas, o lugar mágico que a Jujú sempre curte. Fico feliz em leva-la lá e ver a transformação no semblante, a paz que ela fica, o sorriso, o tempo que ela fica parada olhando as crianças brincarem, viajando num sonho que só ela vê e sente.
Hoje ela também andou de bicicleta na rua, fazendo comigo um percurso que fazemos à pé e que ela conhece bem. Foi uma felicidade só com a novidade. Ama o novo, gosta de tudo que desconhece. Interesse nota 10.
Na hora de ir embora ela entrou num pequeno conflito emocional. Senti que ela não queria ir (acho pela experiência de ter dormido aqui semana passada comigo, depois de meses) ela esboçou um chororô.
Esse contato pai e filha dormindo juntos deve ser algo tão bom para ela quanto é para mim. Ela na casa dela acorda e gosta de ficar na cama, de preguiça, aqui ela pula da cama, me põe e se põe em movimento logo cedo: ela quer emoção, novidade, bagunça e adrenalina!
Só uma pitada da semana passada já que mencionei: na hora de dormir, enquanto ela tomava banho e brincava no chuveiro pus vários balões coloridos no quarto que foram devidamente estourados um a um com a ponta de uma canetinha entre risadas estridentes de alegria. Resultado disso, durante o sono ela ria de gargalhar às vezes, com certeza se lembrando da farra com as bexigas.
São estas coisas, momentos simples que vivemos, que tiramos do óbvio um vínculo, um meio de nos integrarmos, de trocarmos, pela simples vontade de trocar.

Para finalizar eu vou falar um pouco de mim. Tenho estado afastado de internet nestas últimas duas semanas, facebook, etc. Leio meus e-mails e troco mensagens que realmente são importantes para a minha vida real.
Isso tem sido muito bom para mim, descobri que muitas vezes no mundo virtual somos pessoas frias, distantes ou pouco parecidas com o que somos de verdade, na essência.
Eu, Martim, precisei fazer isso por vários motivos. E estou bem feliz com os resultados. Liberdade é uma coisa rara, que temos de valorizar. Assim postando aqui somente no blog que fiz pra Juju estou livre de tudo.
E o melhor reflete pra mim mesmo. Pra Jujú. Para os companheiros que tenho hoje em minha vida. Para os amigos de sempre. Para as pessoas que se importam comigo, com Jujú ou que simplesmente se importam em ver e ter um mundo melhor a sua volta.
Porque a mudança do mundo começa em nós mesmos.
Isso que custe o que custar, pretendo ensinar pra minha filha como maior ensinamento dessa vida: a gente faz o nosso mundo. Ela vai entender, no tempo e do jeito dela.
Maktub.

Foto criada em 19-05-13 às 15.23

Anúncios

3 Comentários

  1. Matim, ela esta linda. E é delicioso saber q vcs curtem a mesma paixão pela arte. E melhor esta evoluindo nisto. Bjs e tudo de bom pra vcs.

  2. textwebwriter

    😉 Bjo Ana obrigado, tudibão pra familia tb. Bora que vem mais uma revista autismo por aí.

  3. Que bom saber notícias (tuas e e da Juju). Feliz por ela estar tagarelando, com ou sem ecolalia, isso já é uma grande benção. Ouvir a voz de nossos filhos é divino.
    Juju, tu vais ser uma artista plástica e o papai ainda vai vender tuas telas (e a tia Dani vai comprar)! Fiquem com Deus SEMPRE.
    (p.s. eu me importo com vocês)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: