Passeio no Trianon, percepções de comportamento e linguagem

Hoje mais um dia de passeio com Julia. Fomos no Trianon de ônibus para variar. Julia simplesmente elegeu o ônibus como seu veículo de transporte público preferido.

10404016_898123333550152_5209457979771951394_o

Ela andava de trem, metrô, mas nunca curtiu. Já nos ônibus ela se sente à vontade, desde que sentada numa janela…

Fico pensando o porquê de não aceitar mais o uso do metrô ou trem. As últimas tentativas foram muito frustrantes e traumáticas então resolvi dar um tempo para entender o que se passa com ela. Se é uma fase ou não, ou se algo acontece quando ela entra, e anda num vagão.

Há uma sobrecarga, eu presumo que seja auditiva, além da sensação de recinto fechado que dá. Talvez uma mistura disso. O fato que preciso treiná-la a usar algum tipo de transporte público, até para uma emergência,

A saída tem sido o velho e bom “bumbão”.

Vontando ao passeio, tive a infeliz ideia de leva-la no parquinho. Pra que? Tomei uma bronca imensa, quase apanhei, claramente revoltada ela explicou do jeito dela que cresceu, que preciso me orientar para atividades e práticas de uma menina pré adolescente. Massss… o que fazer?

Sugeri então um passeio no meio do labirinto verde que é o Parque Trianon, um oásis verde no coração da Avenida Paulista.

Ela topou numa boa passear pelo bosque, curtindo a sombra e o silêncio que o mesmo produz, mesmo numa das partes mais agitadas de São Paulo.

10563133_897989793563506_1642313715188518299_n 10603311_897989756896843_3798036321229334427_n 10626559_897989690230183_1104037351367052028_n

Andamos por todo parque até o fim, na entrada do Colégio Dante Alighieri na Alameda Jaú.

Ia tentando captar o que ela queria fazer, jogando volta e meia uma isca, recheados de NÓN, o não da Jujú, alto, claro e objetivo.

“Vamos parar na banca Julia?” Bingo! Finalmente dei uma dentro. Ela disse oi para a senhora dona da banca e logo pegou uma dessas revistinhas pra pintar da Pepa… fomos embora pegar ônibus de novo.

Sinceramente ando perdido pra alguns programas que antes, quando criança Julia topava sem problemas. Hoje ela fica sem graça de fazer certas coisas. Vou pesquisar o que fazer com uma menina pre adolescente.

Até lá vamos tentar a comunicação pelo Ipod touch com o programa Niki Talk.

10626240_1490306881209196_3182370369260558769_o

Anúncios

3 Comentários

  1. Cris

    Ela está se transformando numa mocinha……Lembra qdo ficamos adolescentes e todos os conceitos mudavam em nossas cabecinhas? Pois é….a Juju tá nessa…..Ela deve gostar de ir à lugares onde encontre pré adolescentes como ela, tipo áreas esportivas (Sesc) , shoppings (?) , lanchonetes, enfim, lugares que a gente se identifica conforme a idade…Patinação, boliche, dá prá arriscar, vc não acha? Desculpe se estou sendo ignorante ou arrogante em querer dar minha pequena sugestão de leiga, mas falo com o coração, por todo amor que sinto pela nossa querida Júlia! Bjs

    • textwebwriter

      Obg pelas dicas Cris, seja sempre bem vinda ao blog. Vou tentar algumas dessas sugestões. Vc terá condições de acompanhar o resultado. Valeu!!!

  2. Olá! Como tem sido a experiência com o Niki Talk?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: